Compartilhe

Mais de 260 participam da etapa regional do XVIII Ciclo de Estudos do TCE/SC

Publicado em 05/07/2018 às 10:20 - Atualizado em 09/07/2018 às 14:28

O presidente da Corte de Contas do TCE e conselheiro Dado Cherem, junto ao presidente da AMFRI e prefeito de Camboriú, Élcio Kuhnen estiveram nas três salas de aula para dar boas-vindas aos participantes do Ciclo e reforçar o objetivo do evento que é promover uma capacitação itinerante externa. A região da AMFRI se mostrou muito participativa tendo mais de 260 agentes públicos atentos ao evento realizado durante toda esta quarta-feira (4), no Hotel 101, em Itajaí.

 “A transparência e a informação são essenciais para a boa gestão pública e o Tribunal de Contas de Santa Catarina (TCE/SC) é um parceiro dos senhores na orientação”, frisou Dado Cherem. O XVIII Ciclo de Estudos de Controle Público da Administração Municipal busca aproximar o órgão fiscalizador daqueles que aplicam o dinheiro público, por meio da disseminação de boas práticas voltadas ao aperfeiçoamento da gestão. De 4 a 31 de julho, em 11 etapas regionais, o Tribunal de Contas pretende capacitar 4 mil gestores dos 295 municípios catarinenses, que atuam nas áreas de contabilidade e controle interno, atos de pessoal e licitações e contratos.

Uma das inovações da edição de 2018 é a abordagem sobre o controle exercido pelo Tribunal sobre a adequação dos orçamentos aos Planos Municipais de Educação (PMEs). O conselheiro substituto do TCE/SC Gerson dos Santos Sicca, responsável pelo monitoramento das ações do Plano Nacional de Educação (PNE), participou da etapa inaugural do Ciclo para reforçar a necessidade e a importância do engajamento dos agentes públicos neste processo.

O prefeito de Camboriú e presidente da Associação dos Municípios da Região da Foz do Rio Itajaí (AMFRI), Élcio Kuhnen, destacou a importância desta iniciativa do Tribunal e da parceira com as associações de municípios para a melhoria da qualidade dos serviços prestados ao cidadão. “O ciclo é muito importante para a legalidade da gestão e para a eficiência da administração pública”, disse.

Todas as abordagens feitas pelos técnicos do TCE/SC nas oficinas tem apoio de um livro-texto, disponibilizado apenas na versão eletrônica no Portal da Corte de Contas (www.tce.sc.gov.br), no link Publicações/Ciclos de Estudos. O procedimento foi adotado em função do Programa Agenda Ambiental (A3P) no Tribunal e da preocupação da Instituição em preservar recursos naturais e reduzir custos.

Com a organização do Instituto de Contas do TCE/SC (Icon), o evento tem a parceria das associações de municípios de Santa Catarina, nesta etapa contando com a contribuição da AMFRI, e apoio da Federação Catarinense de Municípios (Fecam) e União dos Vereadores de Santa Catarina (Uvesc).

Próximas etapas: Blumenau (5/7), Joinville (12/7), Jaraguá do Sul (13/7), São Miguel do Oeste (17/7), Chapecó (18/7), Videira (19/7), Rio do Sul (24/7), Lages (25/7), Criciúma (26/7) e Palhoça (31/7). Inscrições e mais informações no Portal do TCE/SC.

 

Texto e fotos: Bruna Passos (SC 05428 / JP) - Assessora em Comunicação da AMFRI
facebook.com/amfri.org   -   imprensa@amfri.org.br
*Com informações da assessoria de imprensa do TCE /SC  


Galeria de Fotos

  • {{galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
Fechar

Rua Luiz Lopes Gonzaga, 1655, São Vicente, Itajaí - SC
CEP: 88309-421